- O prazo para recebimento de comunicações completas termina em 1º de outubro de 2020

- Todas as comunicações completas devem ser enviadas para This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it. 

 

 

NORMAS DE PUBLICAÇÃO DOS TEXTOS DAS COMUNICAÇÕES

 

- Extensão: A extensão máxima será de 30.000 caracteres, incluindo espaços e notas.

 

- Entrega dos originais: Os(as) autores(as) entregarão os textos completos definitivos até o dia 1 de outubro de 2020, enviados para a Secretaria, em um pasta que contenha o texto em formato doc. ou docx., as imagens de qualidade de 300 dpi, em separado, com extensão jpg/jpeg ou tiff e suas legendas.

 

- Estrutura dos textos:

I. Na primeira página do texto devem aparecer os seguintes dados: título do trabalho, nome do(a) autor(a) ou autores(as) e filiação profissional, assim como o e-mail de cada um(a).

A extensão do título não deverá ser superior a 100 caracteres, com espaços. No caso de conter algum subtítulo, este deve estar separado do título mediante um ponto e sua extensão total não deverá ser superior aos 100 caracteres mencionados. Não se admitirá o emprego de abreviaturas.

Ainda que sempre respeitaremos o nome informado pelo(a) autor(a), recomendamos a seguinte estrutura: Nome, SOBRENOME SOBRENOME. No caso de haver vários(as) autores(as), os nomes deverão vir separados por ponto e vírgula “;”. Com relação à ordem de apresentação dos nomes dos(as) autores(as) se respeitará a ordem informada.

 

II. Estrutura geral dos trabalhos. A extensão máxima, já especificada, dos trabalhos será de 30.000 caracteres com espaços incluídos. As margens laterais, inferiores e superiores do texto devem ser de 2,5cm já preestablecidas no arquivo Word, e a separação por parágrafos de 6 pontos. A longitude da linha e o espaçamento entre os caracteres serão os predeterminados pelo tipo de letra e tamanho. O espaçamento entre línhas deve ser 1,5 e a paginação na margem inferior direita com números arábicos. O tipo de letra será Times New Roman, tamanho 12 para o texto e 10 para as notas ao final. Os capítulos do texto deverão ser apresentados com títulos em negritas e maiúsculas com letra tamanho 12, e os subcapítulos, com letra 12, em negrito e em minúsculas. Sua numeração obedecerá a seguinte sequência:

1. / 2. / 2.2. /2.2.1 / 2.2.2.1 / ...

As citações dentro do texto irão em cursiva e entre aspas.

As notas ou citações bibliográficas irão ao final do texto, numeradas consecutivamente, e precedidas pela palavra “NOTAS” em Maiúscula. Não constará nenhuma seção dedicada à bibliografia, pois esta se restringirá à relação contida nas notas.

 

III. Tabelas, gráficos e imagens. Serão admitidas um máximo de cinco imagens e cinco tabelas por trabalho (desde que as tabelas e gráficos não constituam ilustrações, nesse caso serão computados como imagens e não como tabelas ou gráficos).

Imagens serão enviadas em arquivos separados em formato JPG/ JPEG o TIFF (300dpi), não superando 2 MB de tamanho. Sua localização no texto será indicada mediante notas de rodapé, contendo a seguinte expressão: “INSERIR AQUI IMAGEM 1” ou “INSERIR AQUI TABELA 1”.  Sua qualidade deverá ser suficientemente adequada para publicação. Todas as imagens que não cumpram esses requisitos serão recusadas. Em arquivo à parte, será enviada a relação numerada das imagens ou tabelas, incluindo para cada uma: numeração (em números arábicos), título, autor, data... tomando como referência o seguinte exemplo: Fig. 1. Eduardo Lozano Vistuer. Genio y figura. Gravura. 1993. Museo Iconográfico del Quijote. Guanajuato. México. O Congresso não se responsabiliza pelo direitos de reprodução das imagens que, julgamos, tenham sido gestionadas corretamente pelos(as) autores(as).

 

VI. Apêndices e anexos. Será admitida a inclusão de apêndices e anexos, quando sejam necessários. Ambos serão colocados ao final do trabalho, sem numerar; mas serão computados como caracteres do texto.

 

- Normas de citação bibliográfica em notas:

a) Referência a uma monografia:

MORALES FOLGUERA, José Miguel. Tunja. Atenas del Renacimiento en el Nuevo Reino de Granada. Málaga: Servicio de Publicaciones de la Universidad, 1998, pág. 77.

VV.AA. Alonso Cano y su época. Sevilla: Junta de Andalucía, Consejería de Cultura, 2002.

b) Referência a uma contribuição dentro de uma monografia com vários autores:

HENARES CUÉLLAR, Ignacio. “La historia del arte como instrumento operativo en la gestión y protección del patrimonio”. En: CASTILLO OREJA, Miguel Ángel (Coord.). Centros históricos y conservación del patrimonio. Madrid: Fundación Argentaria y Visor, 1998, págs. 79-92.

c) Referência a um artigo de publicação periódica:

ESPINOSA SPÍNOLA, Gloria. “Arquitectura y espiritualidad en los conventos novohispanos del siglo XVI”. Tiempos de América (Castellón), 18 (2011), págs. 65-93.

d) Referência a um congresso:

CASTILLO OREJA, Miguel Ángel. “De arquitectura y arquitectos de Antigua: Sobre la reelaboración de modelos y sus fuentes de referencia”. En: XIII Congreso del CEHA. Ante el nuevo milenio, raíces culturales, proyección y actualidad del arte español. Vol. 2. Granada: Editorial Comares, 2000, pág. 667.

e) Referência a uma obra já citada:

Se a obra citada precede imediatamente: Ibídem, pág. 40.

Se em seguida se remeter novamente à mesma obra, abreviar: Ibíd. o Ibíd., pág. 62.

Se a obra citada não precede imediatamente: MORALES FOLGUERA, José Miguel. Tunja. Atenas del Renacimiento... Op.cit., pág. 32.

F) Referências eletrônicas:

I. Nas notas de rodapé o sistema utilizado será o habitual para documentos em papel, ainda que com algumas informações novas: data de acesso. Exemplo: [Data de acesso: 19-03-2020].

II. Citações de documentos e bases de dados. O estilo para citar documentos em qualquer formato eletrônico deve manter a seguinte estrutura: Autor/Responsável. Data de edição em papel; data de publicação na Internet; atualizado em (data de atualização). Título. Edição. Lugar de publicação. Editor. [Tipo de mídia]. Disponibilidade e acesso. Formato da mídia e notas. [Data de acesso: 19-03-2020].

 

      Logotipo de la Escuela Internacional de Posgrado. Programa Historia y Artes                                  

       Derprosa    

Logotipo del Máster en Diseño y Arquitectura de Interiores